O porquê desse blog?

Venho fazendo armários-cápsula desde setembro do ano passado, ou seja há 8 meses, e muita coisa mudou desde de então. Esse post de abertura é para explicar o motivo de ter começado esse blog. Eu quero compartilhar essa experiência que estou vivendo e que, sinceramente, acho que está sendo uma porta para outras transformações na minha vida de consumidora de forma geral. Não apenas no consumo de roupas e sapatos, mas de cosméticos, de alimentos e como produtora de lixo, porém acho que cada um desses assuntos, de tão importantes que são, merecem um espaço específico. E esse é um blog sobre um guarda-roupa que vem vivendo uma grande transformação, então foco nele :P…Eu vou dizer por onde comecei, e sinceramente, o motivo não foi tão nobre assim…

Foi simplesmente falta de espaço. Sabe quando você tem uma quantidade enorme de roupas e não tem mais onde guardar? Foi o que aconteceu comigo, de verdade, minhas roupas novas estavam ficando fora do meu armário e cômoda, em cima de uma cama extra que temos em casa. Foi quando cheguei a esse ponto que eu finalmente percebi que tinha algo errado e decidi que precisava dar um jeito naquilo.

Comecei separando roupas para doação, mesmo assim, ficou muita roupa, inclusive nova, com etiqueta. Detalhe, não sou blogueira profissional, não recebo nada, apenas compro (e eu comprava muito). Isso lembra alguém?

delirios-de-consumo-de-becky-bloom.jpg

Pois é… Muitas de nós nos identificamos né?

Passeando pelos blogs de moda da vida, esbarrei com o conceito do armário-cápsula. Pesquisei e conheci o Un-fancy e o Teoria Criativa, de Gabi Barbosa, que foi minha principal mentora nessa história. O que mais gostei nessa técnica, é que não é radical, é algo muito flexível e não me forçaria a me desfazer das minhas roupas. Pelo contrário, eu iria poder usá-las gradualmente e entender, ao longo do processo, quais poderiam prosseguir comigo e quais sairiam da minha vida

Vou compartilhar com vocês toda a minha jornada, mesmo depois de iniciada, pois foi só agora, depois de estar imersa nela, que achei ser o momento ideal para isso. Não estou aqui para julgar ninguém, muito menos para dizer o que deve ou não ser feito, ou o que é correto ou errado, mas sei que muitas pessoas querem começar e não sabem por onde e espero poder ajudar. Nada disso é obrigação, apenas um outro modo de ver as coisas… Vamos lá?

E aí, gostou do post? Se identificou? Você faz armário-cápsula? Quer começar? Ou não curte? Se quiser, pode deixar sua opinião nos comentários, ela é sempre muito bem vinda para fomentar uma discussão sadia!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s